BLOG

Como funciona o estudo de viabilidade econômica em obras?

O estudo de viabilidade econômica em obras é responsável por medir tanto os resultados econômicos da construção, ou seja, o valor do lucro final da obra, quanto apontar o investimento do projeto. Geralmente, ele inclui algumas medidas que visam conhecer melhor o lado financeiro da obra. Gostaria de saber mais sobre esse estudo? Continue nos acompanhando!

A imagem mostra papeis de projeto de obras em cima de uma mesa, e em cima deles tem um óculos, um lápis, um marca-passo e uma calculadora.

Execução do estudo de viabilidade econômica

Todo empreendimento que alcança o sucesso possui uma coisa em comum: o estudo de viabilidade econômica. A partir desta análise, é possível observar e concluir se um projeto é viável financeiramente, assim como tecnicamente.

Assim sendo, estima-se o retorno, a entrada, a saída, entre outros aspectos que envolvem o início de uma obra. Além de considerar outras informações importantes, tais como:

  • Localização;
  • Área do terreno;
  • Investimento;
  • Fluxo de caixa;
  • Lucratividade;
  • Tipo de empreendimento.

Basicamente, a primeira etapa do estudo de viabilidade consiste em selecionar os possíveis terrenos, até que seja escolhido o melhor. Em seguida, as leis urbanísticas devem ser observadas, de forma que sejam verificados os impactos que elas podem causar ao projeto.

Além disso, também é analisada a oferta de empreendimento na região escolhida. Isto porque devem ser identificados os principais nichos de mercado, bem como as dificuldades da região e as oportunidades para que o empreendimento seja desenvolvido.

Cronograma da obra

O cronograma da obra funciona como uma espécie de linha do tempo. Geralmente, ele é feito para evitar atrasos na obra, e deve ser compartilhado com toda a equipe. Desta forma, todos os passos e prazos poderão ser seguidos de maneira correta e assertiva.

Um projeto não tem somente a parte física, também engloba as vistorias, órgãos fiscalizadores, corpo de bombeiros, saneamento, entre outros. O cronograma da obra vai justamente te ajudar a trilhar esse caminho.

Em resumo, é importante considerar todas as variáveis incontroláveis do cronograma da obra, buscando estabelecer um prazo maior do que o esperado, e assim obter uma margem de tempo, caso exista algum problema na execução do projeto.

E você, já teve alguma má experiência em obras por não ter feito um estudo de viabilidade? Deixe um comentário abaixo!

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *