BLOG

Fundação na construção civil: Quais são os melhores tipos?

A fundação na construção civil é responsável por absorver as cargas emitidas pela edificação, e assim distribuí-las ao solo. Geralmente, para que uma obra permaneça no lugar, sem riscos de rupturas, é utilizada a fundação. Quer saber quais são os seus principais tipos? Acompanhe o post de hoje!

A imagem estruturas de uma fundação na construção civil.

Características da fundação

Toda edificação, por mais leve que ela seja, necessita de um sistema de fundação para transferir sua carga ao solo. Isto porque, o mesmo precisa ter uma resistência e rigidez adequadas para não comprometer a construção, gerando rupturas ou deformidades.

Assim sendo, é possível dizer que as fundações devem ser feitas de acordo com os tipos de cargas, sendo positiva, negativa, horizontal ou vertical, onde serão aplicadas de acordo com o tipo de solo e os equipamentos disponíveis.

Para escolher o tipo de fundação, é necessário saber quais são os esforços da edificação, ou seja, as características do solo e dos elementos formados por ela. Basicamente, então, existem dois tipos de fundação na construção civil: a superficial e a profunda.

Tipos de fundação

Conforme dissemos, existem alguns tipos de fundações. Confira a seguir.

Fundação superficial

A fundação superficial é transmitida ao terreno de forma predominante, devido às pressões distribuídas sob sua base. A profundidade da escavação chega a ser inferior a 3 metros, e pode ser utilizada em cargas leves, como residências, por exemplo.

Neste tipo de fundação, incluem-se ainda:

  • Sapatas;
  • Bloco;
  • Radier;
  • Viga de fundação.

A sapata é o elemento de concreto armado. Em geral, é quadrada ou retangular, dividida em corrida e associada. A corrida recebe a carga distribuída linearmente. Já a associada, recebe diversos pilares, cujos centros não estão alinhados.

O bloco de fundação possui a base quadrada ou retangular, com elevação, e o radier é semelhante a uma placa, que abrange toda a área da construção. Por fim, a viga de fundação, que é um elemento comum a vários pilares.

Fundação profunda

A fundação profunda transmite carga ao terreno pela base, pela superfície lateral ou por uma combinação das duas coisas. É utilizada em casos de grandes projetos, como edifícios altos, onde o esforço do vento se torna considerável. Além dos casos onde o solo só atinge a resistência suficiente.

Os tipos de fundações profundas são:

  • Estacas;
  • Tubulões;
  • Caixões.

As estacas possuem grande comprimento e seções transversais pequenas, que podem ser de madeira, concreto moldado, aço, entre outros. Os tubulões podem ter ou não a base alargada, e os caixões apresentam forma prismática, concretado na superfície e instalado por escavação interna.

Esses são os principais tipos de fundações que podem ser utilizados na construção civil. Gostou do conteúdo? Deixe um comentário abaixo e compartilhe em suas redes sociais!

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *