BLOG

O que é a Due Diligence?

Você sabe o que significa Due Diligence?

A expressão é de origem inglesa, e em sua tradução literal, Due Diligence quer dizer “diligência prévia”. Na prática, se trata de uma avaliação prévia de riscos de uma contratação, aquisição, celebração de parceria, formação de consórcio entre empresas, enfim, tudo o que se relaciona com jurídico e comercial.

Na execução da diligência prévia, o levantamento dos dados deverá ser o mais amplo possível, abrangendo sempre os processos judiciais e administrativos, certidões de diversas áreas, repartições, contratos e obrigações a vencer, além de tudo o que interfere ou justifique o presente/futuro da empresa.

Continue nos acompanhando para saber mais informações sobre Due Diligence e como ele pode funcionar em seus negócios.

Como funciona a Due Diligence

Do ponto de vista relativo à contratação e gerenciamento de terceiros, é possível observar que, ao estabelecer um processo de Due Diligence, a empresa poderá analisar os mais diversos assuntos, abordando a área financeira, a contabilidade, previdenciários, trabalhistas, imobiliários, jurídicos, ou qualquer outro setor que seja pertinente à análise.

Um exemplo seria a contratação de escritório de advocacia, que presta serviços a alguma organização. A partir daí, fica evidente a variedade de riscos desses intermediários, pois diversos deles possuem contato direto com órgãos públicos ou empresas de caráter duvidoso. Desta forma, caso esse risco não seja devidamente contido, a empresa que contratou o escritório de advocacia poderá se envolver indiretamente em problemas.

Outro exemplo é o caso de um distribuidor de medicamentos, que os entrega em um determinado hospital sem estarem em plenas condições de uso. Isso significa que, por mais que a empresa que fabricou o remédio tenha distribuído de forma correta, e advertido o responsável sobre as condições de armazenamento, o medicamento será entregue sem a menor possibilidade de uso. Tal situação poderá gerar um risco financeiro sem precedente para a empresa fabricante.

Desta forma, é possível perceber a importância de estabelecer um processo de Due Diligence ao contratar o gerenciamento de parceiros comerciais, uma vez que, conhecer bem os parceiros e saber quais são os riscos que eles poderão expor, é algo significativo, reconhecendo aqueles que oferecem menos riscos e que apresentam um trabalho de qualidade.

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *