Menu
Logo da Etesco Construções

Quais são os Desafios do Acesso a Àgua do Nordeste

Tempo de leitura: 3 min.

Um dos grandes desafios para garantir o acesso à água no Nordeste é a escassez de recursos hídricos naquela região e os períodos de estiagem. Mas isso também acontece devido a desperdícios, perdas de água e alguns aspectos sociais e culturais que continuam prevalecendo.

Apesar de o Brasil abrigar um grande percentual de toda a água doce do mundo, a distribuição dela continua sendo desigual e regiões como o Nordeste encontram desafios para ter acesso à água. Nessa região brasileira, 26,7% da população ainda não têm acesso à água tratada. 

Não podemos negar que a região Nordeste enfrenta períodos de estiagem severa; entretanto, esse não é o único desafio para que exista acesso à água. Afinal, não podemos esquecer que também encontramos dificuldades para expandir o saneamento básico em nosso país. 

Em resumo, o acesso à água no Nordeste é uma questão que envolve fatores muito mais complexos, e nós preparamos este artigo para que você entenda quais são os principais desafios que continuam dificultando a entrega de água potável para toda essa região. Acompanhe.

Escassez de Fontes de Captação

Ainda que no Brasil exista muita água doce, a distribuição dela não é igual. No nordeste existe uma escassez de recursos hídricos que dificulta o aproveitamento de fontes de captação. Somado, a isso temos uma alta densidade demográfica nessa região. Assim, a quantidade de recursos hídricos disponíveis não atende as demandas reais da população.

Em função da distribuição das chuvas, existe ainda o desafio de que alguns rios são intermitentes. Ou seja, eles se formam quando há precipitações e, na época de estiagem, desaparecem. Logo, mesmo com uma estrutura de saneamento para levar água potável para essa população, existe o risco de crises no abastecimento por causa dessa escassez de fontes.

Aspectos Sociais e Culturais

Uma das formas de solucionar a falta de água no Nordeste é a construção de poços. É verdade que eles são fundamentais e contribuem bastante para que a população tenha acesso à água, porém, existe uma cultura ou uma crença de que os poços são a melhor alternativa.

Ainda não há um entendimento geral de que a expansão da rede de saneamento para levar água tratada de qualidade é mais benéfica do que a construção de diversos poços. Esse é um desafio social relacionado à vulnerabilidade histórica da região Nordeste.

Desperdício/Perda de Água

Aspectos da infraestrutura também se configuram como um desafio para levar água ao Nordeste. Isso porque essa infraestrutura muitas vezes não recebe as devidas manutenções e já está defasada. Com isso, a perda ou desperdício de água também é muito grande.

Isso acontece, por exemplo, devido ao uso de hidrômetros muito antigos; também à presença de vazamentos ao longo da rede de distribuição, às ligações clandestinas de água e problemas na hora de fazer a medição do consumo.

As concessionárias que atuam na região Nordeste buscam formas de solucionar esses problemas, mas todos esses fatores de perda também causam escassez e dificultam ainda mais o acesso à água no nordeste por toda a população.

Apesar de todos esses desafios é importante ressaltar que existem ações que podem contribuir para minimizar esse problema e combater a escassez de água no Nordeste. Além de investir na infraestrutura e nos serviços de saneamento, é preciso trabalhar a cultura da população por meio de programas socioambientais que tragam informação.

Entretanto, convém ressaltar que a mudança de comportamento, pensamento e atitude não deve acontecer apenas no Nordeste. Ainda existe a crença de que a água é abundante no Brasil, mas não podemos esquecer que ela é um recurso finito.

Sendo assim, a economia e o uso racional são fundamentais em todo o país, para que não haja escassez hídrica e a fim de viabilizar os investimentos para garantir acesso à água no nordeste, minimizando as diferenças e desigualdades sociais também em relação ao saneamento básico.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

 | 28 / 01 / 22
Entenda por que é tão importante para o saneamento básico ampliar a coleta e o serviço de tratamento de esgoto e como isso impacta a qualidade de vida das pessoas.
Ler Mais
 | 18 / 01 / 22
O setor de saneamento básico também utiliza inovações tecnológicas para aprimorar seu trabalho. Conheça algumas tecnologias que podem revolucionar esse setor.
Ler Mais
1 2 3 6

© ETESCO, 2022. Todos os direitos reservados. | Desenvolvido por Surya Marketing Digital.