Logo da Etesco Construções
Menu

Start Ups de Saneamento

Atualizado em 10/12/2021
Tempo de leitura: 3 min.

As startups de saneamento básico são empresas que associam ciência e tecnologia para desenvolver soluções inovadoras que atendem as necessidades tanto de regiões mais pobres quanto de países mais ricos, a fim de tornar os serviços de saneamento mais eficientes e acessíveis para todos.

Ainda hoje, o saneamento básico não alcança 100% da população em países ao redor de todo mundo. A falta desse serviço prejudica a qualidade de vida das pessoas, sua saúde e atravanca o desenvolvimento de diversas regiões. O objetivo das startups de saneamento básico é contribuir para mudar essa realidade. 

Essas empresas desenvolvem soluções que complementam ou melhoram aquelas que já existem; além de trazer inovações que aprimoram os métodos hoje utilizados para oferecer os serviços de saneamento à população. Neste artigo você vai conhecer um pouco mais sobre essas empresas e o trabalho que elas realizam. Continue lendo!

O que são Start Ups de Saneamento?

As startups, de um modo geral, são empresas criadas por grupos de pessoas com ideias diferentes, muitas vezes inovadoras. Modelos de negócio escaláveis e repetíveis que costumam atuar em um cenário de incertezas ou desafiador.

Essas empresas também costumam trabalhar muito ligadas com a tecnologia, utilizando ferramentas, recursos e metodologias tecnológicas para trazer soluções para problemas que ainda não são bem atendidos. É desse modo que trabalham as startups de saneamento básico. 

Essas empresas se dedicam a vencer os desafios que ainda impedem que os serviços de saneamento básico alcancem todas as pessoas. O intuito é reinventar o saneamento, a fim de garantir um atendimento mais adequado atendendo, inclusive, regiões mais pobres.

Por que essas Empresas são Importantes?

Como explicamos, o saneamento básico ainda não é uma realidade de todos. Podemos dizer que ele é composto por pelo menos quatro áreas, que são:

  • Abastecimento de água potável;
  • Tratamento do esgoto;
  • Gestão de resíduos sólidos;
  • Gestão dos recursos pluviais. 

Considerando o cenário brasileiro em apenas uma dessas áreas, ainda existem 35 milhões de pessoas que não têm acesso à água tratada. E não podemos esquecer que esse é um problema que vai impactar a saúde dessa parcela da população, contribuir para a mortalidade infantil e reduzir índices importantes, como de desenvolvimento humano e de escolaridade. 

As startups de saneamento básico visam vencer os desafios para mudar essa realidade. Trazem novas propostas e usam a tecnologia para atender essas demandas urgentes, propondo soluções tanto para regiões mais pobres quanto para aquelas mais desenvolvidas. 

Isso porque nas regiões com menos recursos é preciso implementar soluções que garantam um saneamento básico eficiente, porém, menos custoso e que pode ser replicado em uma larga escala.

Em relação às regiões e países com mais recursos, é preciso considerar que o número de habitantes cresce a cada dia; sendo assim, as soluções de saneamento precisam atender de uma forma sustentável e escalável essas demandas, garantindo organização e eficiência

Atender esses dois cenários, portanto, é um problema complexo e, por isso, as startups trazem iniciativas inovadoras e contribuem para atender as duas realidades, combinando a inovação com a ciência por meio de estratégias das mais variadas em todas as áreas do saneamento.

Quais soluções as Start Ups de Saneamento já desenvolveram?

Existem diversas startups de saneamento básico em vários países do mundo. Elas já estão desenvolvendo e implementando soluções para esse setor. No tratamento de água, por exemplo, são utilizadas tecnologias como o processamento eletroquímico, combustão seca, estações de biotratamento e oxidação úmida, que trazem uma nova proposta em relação aos modelos antigos. 

No Brasil, a Startup SDW ((Safe Drinking Water for All) desenvolveu a Aqualuz, uma solução que utiliza energia solar para filtrar a água em cisternas, tornando-a própria para consumo. Já a Oncase desenvolveu a solução Scora Acqua, que utiliza a inteligência artificial para fazer a análise de equipamentos e identificar aqueles que precisam ser substituídos, para evitar desperdícios.

A solução Svadha Green, desenvolvida pela Startup Svadha Wash , faz o processamento de resíduos de uma forma mais rápida, transformando o lixo humano em composto. A Sanergy,  uma startup do Quênia, se dedica a levar o saneamento básico para favelas urbanas por meio da construção de instalações de baixo custo em áreas muito populosas. 

Como você pode ver, exemplos não faltam em todo o mundo e o impacto que essas startups estão promovendo é muito positivo. Uma visão inovadora e diferenciada que traz novos modelos de atuação para que o saneamento básico seja uma realidade para todos; e ainda de uma forma mais eficiente e menos custosa, atendendo as demandas de cada região. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 | 12 / 11 / 21
EPI é a sigla de Equipamentos de Proteção Individual, importante para garantir a saúde física e segurança dos colaboradores. Saiba mais sobre o que são os EPIs!
Ler Mais
 | 25 / 06 / 21
Due Diligence é um processo que engloba a análise, avaliação e estudo detalhado sobre uma determinada empresa. Entenda como funciona!
Ler Mais
1 2 3 14

© ETESCO, 2022. Todos os direitos reservados. | Desenvolvido por Surya Marketing Digital.

linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram