BLOG

A importância do planejamento do espaço para realização da obra

Quando um arquiteto desenha a planta de uma fábrica ele define quais áreas serão destinadas para portaria, produção, escritórios, refeitórios, entre outros espaços onde serão realizadas tarefas e atividades específicas. Esse mesmo princípio deve ser aplicado ao canteiro de obras.

Considere que quando um projeto está sendo executado aquele espaço também se torna uma fábrica, sendo assim, requer a mesma organização para que ele seja aproveitado da melhor forma possível, com segurança e economia.

Sendo assim, o sucesso de um projeto também depende do planejamento do espaço para realização da obra, o que deve ser feito antes de ela iniciar. Neste artigo mostraremos quais são as etapas principais deste planejamento para que você possa organizar o canteiro com maior eficiência. Continue lendo!

Etapas do planejamento do canteiro de obras

Em um canteiro de obras, homens e máquinas ocupam o mesmo espaço, há uma grande movimentação de pessoas e materiais, por isso, é fundamental fazer um bom planejamento a fim de garantir a menor interação entre esses elementos, proporcionando segurança para todos e a boa execução do trabalho.

O planejamento do canteiro de obras visa diversos objetivos, como:

  • garantir operações seguras;
  • aumentar a eficiência;
  • motivar os trabalhadores;
  • reduzir as distâncias de transporte;
  • minimizar o tempo de movimentação no canteiro;
  • facilitar o manuseio de materiais;
  • evitar obstruções no transporte.

Por isso, o planejamento precisa ser realizado com foco em etapas que vão sistematizar esse procedimento e garantir que o resultado seja satisfatório. Veja a seguir quais são essas etapas que precisam ser seguidas.

Etapa 1: Análise preliminar

Esse é o primeiro momento, o qual antecede o início do planejamento, pois envolve uma coleta e análise de dados que ajudarão a tomar as melhores decisões.

Essas informações ajudarão a conhecer melhor o espaço disponível, considerar as tarefas que precisarão ser executadas, o volume de máquinas e pessoas, entre outros aspectos, para fazer as divisões adequadamente.

Etapa 2: Macro layout ou arranjo físico geral

Com base nos dados e informações coletados na primeira etapa, será feita essa primeira divisão do canteiro. O macro layout define em qual local cada uma das áreas ficará situada. Podemos dizer que é uma divisão básica que permite iniciar a organização e identificar os melhores espaços para execução de cada tarefa.

Etapa 3: Micro layout ou arranjo físico detalhado

Como já temos uma definição básica de onde cada área do canteiro ficará situada, podemos estabelecer com mais precisão onde posicionar cada uma das instalações que serão utilizadas nas áreas em específico. Nesse momento, por exemplo, é definido onde ficarão as instalações de vivência, áreas de apoio, os depósitos, e assim por diante.

Etapa 4: Planejamento e detalhamento das instalações

Agora reduzimos um pouco mais o planejamento do canteiro, porque nessa etapa são planejadas as infraestruturas necessárias para as instalações funcionarem dentro das áreas que já foram divididas. Aqui entram os padrões da empresa com o intuito de estabelecer:

  • como serão organizados os refeitórios;
  • os tipos de armário utilizados nos vestiários;
  • como serão fixadas as plataformas de proteção;
  • de que maneira será feito o armazenamento de materiais, entre outros detalhes.

Etapa 5: Cronograma de implantação

Nessa fase do planejamento do canteiro de obras será criado um cronograma para apresentar a melhor sequência de implantação das diferentes fases do layout. Nesse momento devem ser consideradas, também, as fases de execução da obra em si, uma vez que isso pode implicar em alterações no layout.

Portanto, o cronograma não é estabelecido apenas em curto prazo, mas também em longo prazo, pois ainda ajuda na definição de outros detalhes, como alocação de recursos. Com isso, é possível seguir um roteiro para acompanhar o andamento da obra, evitando possíveis atrasos.

Sem um bom planejamento do canteiro de obras é difícil manter a organização dos espaços e garantir a coexistência de todos os envolvidos. Sendo assim, essa etapa precisa ser muito bem realizada e considerar todos os aspectos do início ao final do projeto, para que possa atender cada fase da melhor forma possível mantendo a eficiência do canteiro.

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *