BLOG

A sustentabilidade na construção civil

O termo sustentabilidade é muito conhecido por todos nós, e na prática se tornou algo recorrente em vários segmentos, inclusive na construção civil. Nesta área, é dada prioridade para as práticas sustentáveis, mostrando o compromisso das empresas com o meio ambiente, além de permitir uma imagem corporativa positiva diante de investidores e clientes. No post de hoje, falaremos mais sobre a importância da sustentabilidade na construção civil. Acompanhe a seguir!

Principais vantagens para as empresas

Atualmente, muitas empresas adotam medidas sustentáveis com o objetivo de contribuir com o planeta. A união entre construção civil e sustentabilidade é uma forma de se adaptar às normas regulatórias que, a cada ano, entram em vigência, principalmente em países que visam desenvolver práticas ‘eco sustentáveis’. No Brasil, também funciona exatamente assim.

Além disso, existe também a racionalização de recursos, como o consumo de água e energia elétrica, que contribuem para o planeta, e ao mesmo tempo, para a própria empresa.

Incentivos e benefícios econômicos

A sustentabilidade e a construção civil possuem relação com a economia corporativa, onde é possível que os gastos sejam reduzidos, por exemplo, os recursos como água e luz, conforme dito anteriormente, e sejam obtidos incentivos fiscais do governo e parceiros privados.

Além da economia

Para finalizar, é importante destacar que a sustentabilidade é uma forma de cuidar do planeta, e o segmento da construção civil é responsável por grande parte da extração de matérias-primas da natureza, o que em alguns casos, gera resíduos que podem impactar o meio ambiente.

Por isso, é importante racionalizar durante as obras, e utilizar materiais indispensáveis para a construção, como o próprio aço e o concreto. Isso pode ser feito através de medidas sustentáveis, que geram benefícios ao aproveitamento da água, diminui o uso de recursos e utiliza um novo conceito sobre o ambiente urbano.

E você, o que acha sobre a sustentabilidade na construção civil? Deixe o seu comentário abaixo.

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *