BLOG

Afinal, como é feita a construção de rodovias?

O que é uma rodovia?

Rodovia é uma via pavimentada e pública, construída para o tráfego de veículos de todos os tamanhos, incluindo os de grande porte. Mas, você sabe como é feita a construção de rodovias?

A imagem mostra uma estrada pavimentada.

Características de um projeto de construção de rodovias

Com certeza, você já deve ter se perguntado alguma vez como a construção de rodovias é feita, e qual o procedimento para chegar ao resultado final, que vemos hoje.

A resposta é que, para que ela se torne de fato uma rodovia, existem algumas etapas e muitos detalhes. Assim sendo, são realizados desde estudos prévios, até a escolha dos produtos asfálticos, para que ela esteja preparada para a circulação dos veículos.

Além destes, existem outros detalhes que fazem parte deste processo, assim como vários requisitos que deverão ser cumpridos. Também é importante lembrar que, um projeto de construção de rodovias também leva em conta o desenvolvimento social, econômico e a interligação de regiões.

As fases da construção de rodovias

Basicamente, para que a obra de uma rodovia obtenha sucesso, ela precisa seguir três etapas, consideradas essenciais: planejamento, projeto e construção. A seguir, explicaremos um pouco mais sobre cada uma destas fases.

Fase do planejamento

Na fase do planejamento, é definida a função principal da rodovia. Isto significa que, ela poderá ser comercial, turística ou militar. A finalidade da rodovia é o que determinará o seu traçado, resistência e materiais a serem utilizados no projeto.

Assim sendo, se a rodovia for então destinada para uso comercial, seu traçado será curto, e deverá permitir o acesso rápido e fácil aos centros econômicos de uma região. Bem como a rodovia turística, que deverá ligar os pontos de interesse.

Isto porque, uma estrada deste tipo servirá, eventualmente, para o transporte de cargas, e poderá ter curvas fechadas, além de rampas mais íngremes, com capacidade menor de escoamento.

Por sua vez, a rodovia que apresenta finalidade militar, poderá aproveitar ao máximo a topografia do terreno, reduzindo o uso de obras de arte, como viadutos e pontes.

Além disso, nesta fase também são calculados o volume e velocidade do tráfego, assim como o peso e tipos de veículos que irão circular na rodovia.

Também são avaliadas as possibilidades de acidentes e engarrafamentos, a densidade demográfica das regiões a serem servidas, e o tipo de atividade econômica.

O projeto

Todas as informações coletadas na fase de planejamento, são utilizadas para fazer o projeto da construção de estradas. Em geral, ele engloba os desenhos da planta da estrada, do seu perfil transversal e também longitudinal.

A localização de rampas suaves no terreno natural dependerá muito da experiência e perícia dos engenheiros. Ela deverá ser feita sem grande afastamento do curso teórico, mais curto entre os pontos que serão ligados.

É importante que a rodovia se adapte ao terreno, e contorne os obstáculos naturais, transpondo-os através de obras de arte.

Construção

Depois de passar pelas duas fases anteriores, é hora de colocar a construção de rodovias em prática. Mas, para isso, é necessária uma equipe especializada, e um material de qualidade, com o tipo de pavimento correto para que a obra possa suportar o peso dos automóveis.

Até chegar ao momento de aplicação, que pode ser chamado de selante asfáltico, e estar apta para a passagem dos veículos, a construção engloba ainda algumas etapas importantes, entre elas:

  • A fundação de toda a estrutura;
  • Estaqueamento (através de escavação, cravação a percussão, prensagem ou vibração de madeira, etc);
  • Terraplanagem;
  • Corte;
  • Compactar o solo.

Agora, conte-nos se você imaginava que a construção de rodovias envolvesse tantas etapas. Deixe nos comentários abaixo!

Gostou do conteúdo? Compartilhe!

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *