BLOG

O que são os aditivos para concreto?

Você sabe qual é a composição de um concreto? Basicamente, ele é composto por cimento, água e agregados. Mas, algumas vezes é necessário melhorar sua maleabilidade e resistência, e então são adicionados novos materiais: os aditivos. Existem no mercado diversos tipos de aditivos, sendo que a escolha varia de acordo com o resultado desejado para a obra final. Gostaria de saber mais sobre os aditivos para concreto? Então, continue acompanhando o post de hoje!

Tipos de aditivos para concreto e suas funções

Conforme dissemos anteriormente, são vários os tipos de aditivos para concreto, e cada um apresenta uma função específica, que depende muito da obra que será realizada, e do nível de agressividade que essa estrutura terá, ou seja, isso determinará quantos aditivos poderão ser utilizados.

Os aditivos redutores são conhecidos também como poli funcionais, e têm sido um dos mais escolhidos, pois apresentam a capacidade de redução da água que compõe o concreto, e assim melhora sua resistência.

Além destes, também existem os aditivos dispersantes, ou plastificantes, que facilitam na dispersão dos grãos do cimento, o que aumenta a mobilidade das partículas do concreto. E para completar os principais aditivos, os incorporadores de ar. Estes aumentam a resistência mecânica e oferecem um acabamento melhor.

Podemos citar também outros tipos como: os expansores, para situações onde é necessário preenchimento de espaço, e a microssílica, que pode ajudar na produção de concretos de performance alta.

É indispensável o uso dos aditivos para concreto?

Geralmente, os aditivos são importantes, pois sem eles não se faz um concreto econômico e resistente, portanto, a utilização deste material é sim indispensável, principalmente se forem concretos projetados, por via úmida, que em sua composição, recebe um aditivo acelerador de pega e endurecimento, que torna possível a produção de revestimentos.

Mas, de acordo com especialistas, se não houver a aplicação de aditivos para concreto, também não haverá nenhum problema, pois isso não implica em um concreto menos resistente, apesar de o consumo do concreto ser maior.

Gostou do conteúdo? Deixe o seu comentário abaixo!

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *