Menu
Logo Links Úteis | Etesco

Qual a função da NR 15 na construção civil? Entenda!

Atualizado em 18/10/2022
Tempo de leitura: 2 min.

No canteiro de obras, são grandes as chances de ocorrerem acidentes devido ao contato dos colaboradores com determinadas atividades, consideradas como insalubres. É nesse contexto que a NR 15 possui uma função muito importante.

Canva | Fonte: AnnaStills

Quer entender como funciona essa norma na construção civil? Continue acompanhando o post de hoje!

Insalubridade na construção civil: o que é? 

Independente do segmento que uma empresa faz parte, a preocupação com o colaborador é algo fundamental. Na construção civil, isso precisa ser ainda maior, por conta dos riscos que envolvem essa profissão. 

Isso porque, conforme dissemos, as chances de acidentes são grandes e bem comuns. Por isso, é necessário estar sempre em alerta com situações de insalubridade. Mas, o que exatamente seria isso? Vamos explicar! 

Basicamente, o Ministério do Trabalho considera como insalubre as atividades que expõem os trabalhadores acima do limite à agentes nocivos, ou seja, que podem prejudicar a saúde dos mesmos. 

Então, por existir um limite de intensidade e tempo de exposição aos agentes aceitáveis, quando esse limite é ultrapassado, a situação é de insalubridade. Assim sendo, então, a NR 15 entra em ação para que as medidas cabíveis sejam tomadas como uma forma de prevenção.

Para que serve a NR 15? 

A Norma Regulamentadora 15, ou NR 15, é um complemento da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) que descreve operações e atividades insalubres que ocorrem durante um projeto de obras.  

Ela apresenta algumas disposições gerais que abordam os limites de tolerância, todos relacionados às atividades insalubres e anexos em vigor. Entre os principais podemos destacar:

Ruído contínuo 

Algo que acontece bastante no setor da construção civil, uma vez que a maior parte dos colaboradores trabalham com máquinas e motores

Desta forma, a NR 15 determina certos limites, isto é, um tempo máximo diário para a exposição a esses ruídos, medidos em decibéis.

Vale lembrar que esses ruídos, quando em níveis altos ou maiores do que o permitido, podem gerar doenças ocupacionais como a perda auditiva, por exemplo.

Calor

Os colaboradores também podem ficar expostos a altas temperaturas, principalmente quem trabalha com fornos industriais. E quando os níveis de segurança são ultrapassados, essa exposição pode provocar taquicardia e até convulsões.

A função da NR 15, neste caso, é estabelecer níveis aceitáveis em graus celsius ou centígrados, que podem variar de acordo com o tempo em que o colaborador permanece no local e o próprio lugar de descanso, ou seja, se ele descansa no trabalho mesmo ou não.

Radiação ionizante 

Caso o trabalho seja feito em usinas nucleares, pode acontecer de o trabalhador estar exposto à radiação ionizante e se não for neutralizado, esse agente pode provocar doenças como o câncer, por exemplo. 

Com a NR 15 estabelecida, haverá um limite, tolerância e controle do agente e assim o colaborador se sentirá mais seguro

Além dos anexos que citamos, existem outros que tratam, mais precisamente, de radiações não-ionizantes, vibração, umidade, agentes biológicos, agentes químicos e frio.

Você já conhecia a NR 15? Deixe um comentário abaixo e conte-nos!

Até o próximo post!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Construção modular: descubra as inovações que moldarão o futuro da construção, tendências em tecnologia, materiais e sustentabilidade.
Ler Mais
Gestão de resíduos: veja estratégias para minimizar o impacto ambiental na construção civil e como a ISO 14001 pode otimizar esses processos
Ler Mais
1 2 3 109

Desenvolvido por Surya Marketing Digital.

Todos os direitos reservados © 2024
Site atualizado em:
16:09 | 19/06/2024