Logo da Etesco Construções
Menu

Seguro de obra: Como funciona?

Atualizado em 19/07/2021
Tempo de leitura: 3 min.

O seguro de obra é uma espécie de garantia de que não haverá nenhum prejuízo em obras civis. A ideia principal é que, se algum imprevisto ocorrer, a seguradora ofereça recursos financeiros para cobrir os danos.

A imagem mostra uma foto de uma mesa com uma planta de contrução, uma régua, um capacete, uma caneta e uma calculadora.

No post de hoje, vamos falar mais sobre este assunto, para você descobrir como ele funciona. Continue nos acompanhando!

Qual a finalidade do seguro de obra?

O seguro de obra é feito para garantir o sucesso de uma construção, caso alguma coisa saia do controle. Basicamente, ele tem a mesma finalidade de outros seguros, como o de automóveis, por exemplo.

O objetivo é que, em casos onde ocorram imprevistos que possam comprometer a obra, a seguradora ofereça recursos financeiros para cobrir todo o prejuízo. Entre os problemas que podem surgir, estão:

  • Falhas nos equipamentos;
  • Desastres naturais;
  • Acidentes de trabalho.

Todos esses são problemas responsáveis por danos físicos ou materiais para a equipe.

A importância do seguro de obra

A maior parte dos profissionais da construção civil sabem que esse é um setor que engloba diversos riscos. Muitas vezes, o trabalho é feito sob alturas, com maquinários pesados, e até objetos cortantes, sendo apenas algumas das muitas vulnerabilidades.

É provável que você se pergunte se realmente vale a pena fazer um seguro de obra. E a resposta é clara: Sim! Vale muito a pena, afinal, não importa o tempo que a empresa atua neste segmento, ou o fato de não ter tido nenhum acidente, é importante prevenir.

Assim sendo, existem três motivos principais para que as empresas invistam em um seguro de obra. Entre eles:

Proteção da empresa contra prejuízos grandes

Imagine que uma consultora está fazendo um projeto em parceria com uma outra empresa. E de repente, acontece um acidente de trabalho. Claro, a responsabilidade será da própria empresa contratante, de arcar com todo o dano.

Quando não existe um seguro, isso dificilmente terminará bem, pois é capaz de haver uma briga na justiça, envolvendo gastos com advogados.

Manter o empreendimento

Geralmente, são milhões de reais investidos em um projeto. Imagina se acontece um acidente de trabalho, no canteiro de obras? Mesmo sem nenhum ferido, uma boa parte do trabalho será prejudicada.

Então, você pensará que, dependendo das condições financeiras da empresa, a obra se tornará inviável. Neste caso, se houver um seguro com a cobertura necessária, o projeto poderá continuar normalmente.

Cumprimento da legislação

Para evitar os problemas citados acima, e até outros que podem surgir mais para frente, a lei exige que seja contratado um seguro de obra pelas empresas, para blindar o empreendimento.

Contratação do seguro de obra

Contratar um seguro de obras, ao contrário do que muitas empresas pensam, não é tão difícil. O processo, na verdade, é bem simples, e você terá somente que entender alguns pontos cruciais.

São 4 tipos de seguros existentes, sendo eles: obras civis, instalação e montagem, problemas em reformas e quebra de máquinas e equipamentos. E para contratá-los, basta seguir os seguintes passos:

Procure um corretor de confiança

Um corretor de confiança poderá ajudar em vários aspectos, incluindo algumas das melhores opções de contratação da equipe.

Compare os fatores

Esse é um passo importante antes de decidir qual seguradora você irá contratar. Então, você pode colocar os fatores mais relevantes em uma balança, tais como a qualidade do atendimento.

Em seguida, você analisa esse atendimento, verificando a possibilidade de ser bem atendido, caso dê tudo errado na obra. E então, busque aquele que te fornecerá uma cobertura melhor, além do valor, para que você não tenha despesas extraordinárias.

Entre com os documentos

Dar entrada nos documentos é mais um passo exigido pela seguradora. Nessa parte, não existe muita burocracia. Geralmente, os documentos ficam com o engenheiro, e em casos de grandes obras, talvez seja necessário ter em mãos o projeto e o cronograma financeiro.

Você sabia de todos esses processos para garantir um seguro de obra? Conte-nos nos comentários!

Compartilhe também em suas redes sociais! E até o próximo post!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O BIM é usado para auxiliar no planejamento do projeto de uma obra. Confira o que é o BIM e qual sua importância para o desenvolvimento de uma obra de construção civil.
Ler Mais
Os pré-moldados são uma opção para projetos de construção civil. Descubra quais são as vantagens deles para entender por que vale a pena escolher.
Ler Mais
1 2 3 41
© ETESCO, 2021. Todos os direitos reservados. | Desenvolvido por SuryaMKT
linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram