Menu
Logo da Etesco Construções

Gasoduto e oleoduto: como funcionam?

Atualizado em 28/09/2022
Tempo de leitura: 2 min.

Sabemos que as tubulações que realizam o transporte ou transferem gás recebem o nome de gasoduto. Já as que fazem esse processo, porém, com óleo bruto, são chamadas de oleodutos. Mas, como funciona um gasoduto e um oleoduto?

Canva | Fonte: LoggaWiggler de Pixabay

Falaremos sobre esse assunto no post de hoje. Continue acompanhando para saber mais detalhes!

Afinal, como funciona um gasoduto?

Nos últimos tempos, o gás natural vem sendo bastante utilizado para a geração de energia, sendo considerado menos poluente, ou seja, que não gera tantos resíduos após a queima. 

Assim sendo, o gás natural se torna útil no abastecimento de veículos, termoelétricas, comércios, residências e indústrias. 

Porém, antes de chegar ao consumidor final, é necessário que ele seja transportado. Esse transporte, realizado do local da extração até onde será distribuído, é feito por meio de um gasoduto.

Como é feita a instalação do gasoduto?

A instalação do gasoduto é feita no subsolo, sendo caracterizada por tubos onde o gás passa, tendo uma profundidade de 1 m. Ele pode até atravessar propriedades privadas, mas sempre respeitando a distância de 15 m para outras construções. 

Além das normas técnicas e legislações, que são essenciais e devem ser seguidas na construção, também é importante seguir um padrão de garantia, pois deve haver um bom funcionamento e ao mesmo tempo, segurança por se tratar de um material inflamável.

Por ser uma tubulação muito grande, o transporte de gás ocorre por meio de uma pressão variada. 

E em um local determinado, fica uma estação de compressão instalada para empurrar o gás de modo que ele siga até o local onde a pressão será menor e ele percorra seu caminho. É assim que ele chega até as companhias que fazem sua distribuição. 

Vale ressaltar que a área pode onde o gasoduto passa chega a 20 m de largura, sendo chamada de Faixa de Servidão. E para garantir a segurança, é importante sinalizar a existência de um gasoduto no local, apontando a quilometragem e indicando a tubulação. 

Esse é um projeto que precisa ser feito com bastante atenção e de preferência, com conhecimento técnico, ou seja, por empresas experientes e responsáveis.

E como funciona o oleoduto?

O oleoduto é um cano, geralmente equipado com vários mecanismos que permitem a condução do petróleo ou outras substâncias derivadas. Ele é formado por tubos de metal ou plástico, sendo colocados na superfície, debaixo da terra ou de maneira subaquática (menos frequente).

Em resumo, tanto o gasoduto quanto o oleoduto possuem uma influência estratégica nas relações entre os países e a expectativa é que ambos os canais de transporte tenham um crescimento positivo nos próximos anos, principalmente por serem os principais recursos energéticos do mundo todo.

Gostou do conteúdo? Em caso de dúvidas, deixe um comentário abaixo e compartilhe!

Até a próxima!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 | 23 / 11 / 23
Devido aos riscos potenciais associados ao transporte de gases sob alta pressão, é importante haver um controle para garantir a segurança dos gasodutos e evitar incidentes. ENTENDA MELHOR!
Ler Mais
 | 06 / 07 / 21
Antes de chegar ao consumidor final, o gás natural precisa passar por um gasoduto. Mas, o que é gasoduto? ENTENDA MELHOR!
Ler Mais

Desenvolvido por Surya Marketing Digital.

Todos os direitos reservados © 2024
Site atualizado em:
11:46 | 23/02/2024